segunda-feira, 29 de março de 2010

Vivendo.


Acho que aprendi. Não entendi, nem concordo, mas estou sem vontade de continuar tentando. É assim, e eu não vou mais tentar mudar. Apenas finjo. Finjo que entendo o porquê dos meus dias serem sempre tão previsíveis e iguais. Sabe?! Se eu me rebelar contra isso, vou parecer uma idiota. Ninguém se importa com o que eu penso sobre qualquer coisa. E mesmo que alguém me desse atenção, quem é capaz de fazer ser diferente?! Nós não temos controle. É lamentável aceitar isso, mas não há outra saída.

É acordar, e seguir a rotina necessária. Na linha do tempo. E esperar passar. Às vezes, o sol vai preencher teus dias. Mas por várias e incontáveis ocasiões, vai chover forte; as nuvens todas terão um tom cinza escuro e o céu carregado vai parecer desabar diante de ti. Foi assim, é assim e vai ser assim... São momentos. Apenas isso. Tudo muda, mas não totalmente; é como um ciclo vicioso. É a vida. É viver.







Hello Peoples! Valeu mais uma vez pelos comentários. :D
Até breve!

X.o.X.o

sábado, 27 de março de 2010

Eterno Renato Russo.


As quatro estações do ano se passavam mas não havia tempo perdido, o Trovador Solitário que parecia brincar com as palavras, sabia exatamente como tocar a cada um dos brasileiros. Quem nunca ouviu, ou apenas sentiu a perfeição das letras e das musicas da Legião Urbana?! A banda liderada por RENATO RUSSO despertava uma química entre todos. Pais e filhos, meninos e meninas, ninguém ficava de fora; era incrível e rápido o aumento de seguidores e fãs.
Infelizmente, os bons morrem jovens e hoje, estamos sem o homem que marcou a musica dos anos 80. Mesmo não sabendo se ainda é cedo pra afirmar, ouso dizer que há tempos não escutamos composições tão belas, tão profundas.
Renato morreu, mas não antes de eternizar cada uma de suas 'poesias' e pensamentos nas melodias e nos corações de quem até então estava acostumado a sempre
mais do mesmo.

Esse ano de 2010, nesse dia, se estivesse presente entre nós, o cantor completaria cinco décadas de vida, e é para tentar homenageá-lo que escrevo essas breves palavras. Ninguém, jamás vai esquece-lo completamente.

-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#
-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-#-




A vocês leitores, agradeço por virem, voltem sempre, e quando for possível, comentem; pois pra mim, suas opiniões são de enorme importância.

X.o.X.o, bye!

sexta-feira, 26 de março de 2010

Meu Mundinho.


A chuva forte lá fora, o vento parecendo furioso, as nuvens carregadas cobrindo o céu, o relógio incomodando enquanto o ponteiro marca cada segundo parecendo arrastar-se, a musica tocando em baixo volume no som ao lado, a porta fechada, a luz apagada, as pessoas seguindo lá fora, e eu, presa mais uma vez na minha cabeça, nos meus pensamentos, me recusando a sair da minha bolhinha imaginária onde tudo parece mais fácil.

Bem diferente do outro lado, aqui, os fatos fazem completamente sentido; tudo acontece conforme eu sempre quis. Adoraria me esconder em alguma das minhas ilusões e deixar todos acreditarem que não sei mais como encontrar a saída. Queria me perder dentro dessa minha realidade inventada.

Foi criada no meu inconsciente, em uma época difícil onde eu precisava me refugiar; mas já parece tão real...Escuto gritos no meu quarto vazio, estão tentando me trazer de volta. Nada mais importa se insisto em fugir de mim. E assim, aguardar pelo fim dessa história será bem mais simples. Um dia, o autor vai finalmente cansar de escrevê-la e eu não precisarei me despedir de nada nem ninguém.

Enquanto tudo permanecer igual, eu estarei presa em mim.

terça-feira, 23 de março de 2010

LUTO [/leiaousimplesmenteIGNORE]

É tudo tão rápido e estranho. Quando você menos espera, tem uma dor inigualável te sufocando, deixando apenas um vazio e muitas lágrimas. Não me conformo. Não entendo. Eu só queria um único motivo que justificasse a tua ida ou apena uma última chance de dizer o quanto te amo. É tão difícil aceitar a tua ausência... Sinto sua falta fortemente a cada segundo. Eu preciso tanto de você aqui... Por favor, alivia minha dor. Não sei se serei capaz de superar. É muito forte. Volta. Apenas Volta.

-Elita da Silva Costa.
Pra sempre sentirei saudades tua, vózinha.
Eu te amo muito. Eternamente.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Memórias do Que Nunca Existiu


É normal desejar tanto ter de volta um tempo que não passou?! Simplesmente que não existiu?! De toda uma época que eu criei num inconsciente como mais uma das minhas ilusões?! Sinto saudades até desse tempo; do que não vivi, das coisas que quis ter, dos receios que nunca tive. Aposto que você se sente igual. Apenas pare com toda essa rotina corrida, e pense. Reflita consigo e verá quanta falta você sente de tanta coisa que sempre esteve distante de você. Talvez esse vazio, seja parceiro de um medo comum: o de não ter tempo pra viver tudo que desejamos. Sabe?! De sumir ou desistir antes de pelo menos realizar alguma das coisas pela qual nosso coração implora. É intenso. As vezes é bem mais que isso, é doloroso.
Será que algum dia, vou poder contar alguma boa e inesquecível história sobre algo que já passou?!

sábado, 20 de março de 2010

Nada poderia fazer...'


Como se estivesse num terrível pesadelo, ela viu seu mundo desabar, assistiu praticamente imóvel ao fim de cada um de seus sonhos. Apenas aceitou. Conformou-se em não poder mudar e deixou que o vazio dos seus dias dominasse também seu olhar. Ao anoitecer, era embalada por lágrimas e sentia-se sufocada pelos próprios medos. Sempre fingindo estar bem, forçando sorrisos, o tempo todo lutando contra as lembranças insistentes, ela apenas seguiu em frente, somente tentou... Tentou viver... Difícil continuar... :x

quinta-feira, 18 de março de 2010

Vá em frente... Siga sem mim.


Agora concorde comigo: eu te avisei não foi?! Eu disse e repeti por bem mais de uma vez que você ia se arrepender. E agora, o que aconteceu?! Decidiu acreditar no que te falei?! Sim, eu estou rindo de você e não vou parar agora apenas por que isso te incomoda. Tua decisão também não me fez bem, mas você apenas seguiu sem se importar... É, acho que agora vou fazer exatamente o mesmo, apenas pra você sentir tudo com a mesma intensidade que eu sinto. E vai ser divertido pra mim.
Nem tente esquecer, eu sempre vou fazer questão de te lembrar do dia que eu provei que você definitivamente precisa de mim. Mas agora é diferente. Agora eu não mais necessito ter a tua presença pra sorrir. Aprendi a encontrar meu refugio em outro rumo. Encontrei a direção correta pra seguir de forma segura. Tente fazer o mesmo e descubra se é capaz.

quarta-feira, 17 de março de 2010

Sonhos?!



Seu conto de fadas acabou! Mas... Quem disse que tinha começado?! Acorde, você continua na mesma... As lembranças tão opacas fazem tudo parecer distante. Será mesmo que aconteceu?! É tão surreal, foi tão imprevisível... Odeio ter que te avisar, mas você precisa saber que não importou. Enxugue suas lágrimas, respire fundo e simplesmente esqueça, você tem de ignorar. Boba! Não acredite em tudo que os teus sonhos te mostrarem. Nem sonhe, apenas escolha por desistir e finalmente acabar com tudo, ou siga em frente sem criar expectativas e esperanças. Essa é a vida, esse é o mundo, e as ilusões precisam acabar pra que você sofra um pouco menos.

Meu Refúgio'


Um novo blog ou só mais um refúgio?! Mais um lugar no qual eu possa me rebelar ou simplesmente ser eu mesma sem me preocupar em estar machucando alguém?! É essa parece ser a definição correta. Como eu me sinto?! Será que isso realmente importa?! Ou é só mais um joguinho onde a farsa prevalece como a principal regra?! Difícil responder diante das minhas lágrimas... A minha vida é um caos completo, totalmente previsível. É chata. Mas... Pode ser tudo bobagem da minha cabeça que nunca vai se acostumar com ‘sempre mais do mesmo’.